Weby shortcut 1a5a9004da81162f034eff2fc7a06c396dfddb022021fd13958735cc25a4882f
topo.jpg
Trabalho e adoecimento

46 Seminário Nest: 31 de agosto de 2017

Palestra e roda de conversa com a Dra. Silvia Rosa da Silva Zanolla (NEVIDA/FE/UFG) sobre "Trabalho docente, racionalidade e adoecimento na universidade". 

Pesquisas realizadas sobre o quadro de adoecimento no meio acadêmico apresentam dados preocupantes acerca das condições de trabalho de professores, técnicos e alunos como um todo. Sintomas variados, com destaque para Síndrome de Burnout; depressão, ansiedade etc.  Identifica-se uma lógica institucional que administra o produtivismo na perspectiva de uma razão tecnicista e desumana, manifesta pelo adoecimento físico e mental, elementos estes, indicadores de sofrimento relacionados a um conjunto de fatores que representa, sobretudo, a atividade docente, tais como: inserção na Pós-Graduação; atividades variadas em âmbito institucional; produção por metas; relações entre pares e com alunos; competitividade; gestão acadêmica e administrativa (racionalidade administrada); entre outros fatores; manifestação de adoecimento imediato ou prolongado. Com base na teoria crítica frankfurtiana de base marxiana e psicanalítica, analisa-se a relação entre trabalho docente, adoecimento e barbárie oculta ou aparente, perspectivas de uma razão produtivista e desumana, que levam ao sofrimento na relação entre atividade, gestão, relacionamento social e racionalidade administrada pelas contradições do desenvolvimento tecnológico.

Quando: 14h do dia 31 de agosto de 2017
Onde: Sala de Defesas (AS-03) da Faculdade de Ciências Sociais, Prédio Humanidades (UFG)

Quem:  Silvia Zanolla possui graduação em Psicologia e Serviço Social pela Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC/GO), Mestrado em Psicologia Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP); Doutorado e Pós-Doutorado em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano pela Universidade de São Paulo (USP). Atualmente é professora associada da Graduação e da Pós-graduação da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Goiás (FE/UFG), com experiência em pesquisas com ênfase em psicologia social e educacional a partir da abordagem teórico crítica da Escola de Frankfurt. Possui trabalhos, artigos e pesquisas sobre comunicação e cultura, teorias da aprendizagem, teoria crítica e sociedade, arte, poder e cultura. 

Fonte : Nest

Listar Todas Voltar