Weby shortcut
topo.jpg
Trabalho portuário

47 Seminário Nest: 23 de novembro de 2017

Palestra da Dra. Carla Diéguez (FESPSP) intitulada "Por entre navios, sacas e contêineres: o trabalho portuário como objeto de estudo"

O porto povoa o imaginário de muita gente. Os navios que vem e vão, as cargas que atravessam o mundo, os marinheiros que chegam e partilham sua cultura com os trabalhadores locais, sacas e contêineres que sobrevoam a cabeça dos trabalhadores a beira do cais. No entanto, esse mágico universo é mais complexo do que se imagina. Estado, capital e trabalho compõem a rede de agentes que formam o setor portuário. Os conflitos existentes entre eles colaboraram para a construção de um movimento de trabalhadores forte e combativo, conhecido no mundo inteiro por ser importante agente de luta e resistência ao domínio do capital. Por tal motivo, o trabalho portuário tornou-se objeto de estudo de vários pesquisadores da área das Ciências Sociais. Nesse encontro, a Profa Carla Diéguez fala das peculiaridades do trabalho portuário e explica, a partir das pesquisas realizadas com trabalhadores portuários de Santos, o que torna o trabalho portuário objeto de estudo da Sociologia.  

Quando: 23/11/2017 às 14h

Onde: Sala de Defesas AS-03, FCS, Prédio Humanidades.

Quem: Carla Regina Mota Alonso Diéguez é Diretora da Escola de Sociologia e Política de São Paulo e Coordenadora do Curso de Sociologia e Política da FESPSP. Doutora em Ciências Sociais pela Unicamp (2014), com mestrado em Sociologia pela Universidade de São Paulo (2007) e bacharelado em Ciências Sociais pela Universidade Estadual Paulista (2001). É docente e pesquisadora da Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo e atua em projetos de pesquisa interinstitucionais financiados pela Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de São Paulo. Tem experiência na área de Sociologia, com ênfase em Sociologia do Trabalho, atuando principalmente nos seguintes temas: trabalho, trabalho portuário, sociologia, sindicalismo, modernização portuária, porto.

 

Fonte: Nest